ATIVIDADE 1 – BIO – ESTÁGIO SUPERVISIONADO II – 52-2024

1ª QUESTÃO
A qualidade das amostras biológicas é imprescindível para sucesso da interpretação dos resultados, para
isso, é necessário que todo processo desde a coleta, armazenamento, transporte e manipulação dela seja
adequado e siga critérios rigorosos.
Fonte: HENRY, J. B. Diagnósticos Clínicos e Tratamento por Métodos Laboratoriais. 20. ed. Barueri:
Manole, 2008.
Referentes às amostras biológicas e ao seu controle de qualidade, analise as afirmativas a seguir:
I- Na prática, após a coleta de sangue, pode-se utilizar o PLASMA onde não é utilizado anticoagulante ou
SORO quando se utiliza o anticoagulante específico, para o exame que será realizado em seguida.
II- Os erros relacionados à coleta podem estar diretamente relacionados ao garroteamento com tempo
elevado, agitação vigorosa no tubo, estes, ocasionam processo de hemólise, liberando assim o conteúdo da
hemácia no plasma.
III- Após a coleta da amostra, estas apresentam grande estabilidade, deste modo, independentemente do
tempo de realização do exame ou necessidade de transporte, as amostras não necessitam de
armazenamento adequado ou refrigeração.
IV- A urina constitui uma amostra biológica muito utilizada na prática clínica, entre os tipos de amostras que
podem ser solicitadas encontra-se a urina de 24 horas, solicitada para avaliação renal.
V- O soro controle é definido com o soro com concentração conhecida para determinação de um
determinado analito. Este soro pode ser utilizado para determinação do controle de qualidade interno.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I e III, apenas.
II e III, apenas.
II, IV e V, apenas.
I e II, apenas.
I e IV, apenas.

 

 

2ª QUESTÃO
O monitoramento e diagnóstico do Diabetes Mellitus é fundamental para o acompanhamento do paciente.
Um dos exames tem como objetivo a avaliação da glicemia em diferentes tempos, assim, analisando desde a
sensibilização do pâncreas para síntese e liberação da insulina até a ação do hormônio nos tecidos.
Fonte: PRATT, C.; CORNELY, K. Bioquímica Essencial. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
Sobre o exame descrito, assinale a alternativa correta:
ALTERNATIVAS
Glicemia em Jejum.
Índice H.O.M.A.
Hemoglobina Glicada.
Teste tolerância oral à glicose.
Glicemia Capilar.

 

 

3ª QUESTÃO
A anemia ferropriva é o tipo de anemia mais comum encontrada na população, principalmente em crianças.
Alterações hematológicas são observadas no hemograma desde o primeiro momento que inicia a queda de
ferro no organismo.
Sobre o diagnóstico baseado em alterações no hemograma da anemia ferropriva já instalada no paciente,
assinale a alternativa correta:
ALTERNATIVAS
Anemia macrocítica, ferritina sérica baixa, ferro sérico baixo, saturação de transferrina reduzida, capacidade total de
ligação do ferro baixo e RDW reduzido.
Anemia, hipocromia, RDW elevado, transferrina aumentada, VCM pode estar normal devido à microcitose e
macrocitose à custa do aumento de reticulócitos.
Anemia microcítica hipocrômica, ferritina sérica baixa, ferro sérico baixo, saturação de transferrina reduzida, RDW
elevado e capacidade total de ligação do ferro aumentada.
Anemia microcítica hipocrômica, ferritina sérica aumentada, ferro sérico reduzido, saturação da transferrina baixa,
reticulocitose, presença de eliptócitos e RDW de 18%.
Anemia microcítica hipocrômica, RDW elevado, reticulocitose, ferritina aumentada, capacidade total de ligação do
ferro reduzida, saturação da transferrina reduzida e transferrina aumentada.

 

 

4ª QUESTÃO
Para a confecção de lâminas hematológicas utilizadas em microscopia com a finalidade de avaliar as células
do sangue, é necessária a realização do esfregaço sanguíneo e coloração. Dessa forma, deve seguir
rigorosamente alguns critérios, como tipo de extensora, qualidade da lâmina, quantidade de sangue
utilizado, pH da água, tipo de corante, dentre outros, a fim de garantir um esfregaço sanguíneo de
qualidade.
Em relação à confecção do esfregaço sanguíneo, analise as afirmativas a seguir:
I. A coloração rápida apresenta como vantagem o curto tempo da realização da técnica. Já os corantes
tradicionais como May-Grünwald- Giemsa, apresentam um tempo maior de coloração, porém esse corante
garante uma melhor coloração das células.
II. Quando aumentamos o ângulo entre extensora e lâmina, o esfregaço sanguíneo fica curto e,
consequentemente, o campo bom para análise é ruim. Por isso, deve-se manter uma angulação correta
entre extensora e lâmina a fim de garantir um bom esfregaço.
III. Corantes ácidos apresentam afinidade por estruturas ácidas, como exemplo, o material genético dos
leucócitos e corantes básicos como o azul de metileno possuem afinidade por estruturas básicas.
É CORRETO o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
II e III, apenas.

 

 

5ª QUESTÃO
“Dentre os muitos exames que podem ser realizados para o diagnóstico de parasitoses, o mais comumente
realizado em laboratórios é o coproparasitológico (exame parasitológico de fezes). O objetivo da análise
direta das amostras de fezes é a detecção das formas jovens ou adultas, a depender do parasito”.
Fonte: RINCÃO, V. P. Parasitologia clínica. Maringá-PR: Unicesumar, 2023.
Embora a Exame Parasitológico de Fezes (EPF) tenha como principal objetivo a detecção de formas do
parasito, muitos aspectos e características das amostras examinadas devem ser avaliadas de forma macro e
microscópica. Com base neste assunto, analise as afirmativas a seguir com relação ao EPF.
I. Uma das etapas do EPF visa determinar a consistência da amostra, onde pode ser utilizada a Escala de
Bristol.
II. A identificação de componentes anormais nas fezes, como sangue, faz parte do EPF.
III. Exame microscópico do EPF busca identificar cistos, oocistos, trofozoítos, ovos e helmintos adultos.
IV. A identificação dos parasitos no EPF está diretamente relacionada aos exames microscópicos, uma vez
que parasitos não podem ser observados sem ajuda de microscópios.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II e III, apenas.
II, III e IV, apenas.
I, II e III, apenas.
I, II, III e IV.

 

 

6ª QUESTÃO
A tênia é um cestoide conhecido popularmente como “solitária”, sendo denominado cientificamente como
Taenia sp. Duas espécies dentro deste gênero são responsáveis por causar a teníase, a T. solium e a T.
saginata.
Fonte: RINCÃO, V. P. Parasitologia clínica. Maringá: UniCesumar, 2023.
A transmissão do parasito, sua instalação no habitat no interior do hospedeiro, bem como sua ação
patogênica estão diretamente ligadas a suas características morfológicas e ciclo de vida. Com base neste
assunto, analise as afirmativas a seguir relacionadas à morfologia e ao ciclo de vida da Taenia:
I. O corpo dos indivíduos do gênero Taenia é dividido em escólex, pescoço e estróbilo.
II. A proglote corresponde a um segmento do corpo da tênia que contém tanto órgãos reprodutores
masculinos quanto órgãos reprodutores femininos.
III. Para que seu ciclo de vida se complete, os parasitos das espécies Taenia solium e Taenia sagita devem
passar um estágio de cisticerco no interior do ser humano.
IV. O escólex da Taenia solium, diferente da Taenia saginata, apresenta um rostelo com ganchos.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
I e III, apenas.
I, II e IV, apenas.
II, III e IV, apenas.
I, II, III e IV.

 

 

7ª QUESTÃO
Estima-se que 240 milhões de pessoas no mundo sejam portadoras crônicas do HBV; no entanto, cerca de
dois bilhões de pessoas apresentam evidências sorológicas de infecção passada, demonstrando que cerca
de 90% eliminaram o vírus durante a fase de infecção aguda. A maioria dos casos é assintomática, e menos
de 40% apresenta a forma ictérica clássica. Cerca de 1% dos casos pode evoluir para hepatite fulminante,
condição com alta taxa de mortalidade. De maneira geral, devido à vacinação universal, a incidência de
hepatite aguda caiu no mundo e no Brasil, principalmente, na população mais jovem.
Fonte: FERRAZ, M. L. et al. Brazilian Society of Hepatology and Brazilian Society of Infectious Diseases
Guidelines for the Diagnosis and Treatment of Hepatitis. Braz. J. Infect. Dis., v. 24, n. 5, p. 434-451, 2020.
Assinale a alternativa que contenha, na seguinte ordem, um marcador de fase aguda de hepatite B e um
marcador de imunidade desenvolvida após vacinação ou resolução da doença:
ALTERNATIVAS
HBsAg / HBeAg.
HBeAg / anti-HBe.
HBsAg / Anti-HBc IgG.
Anti-HBc IgM / anti-HBs.
Anti-HBc IgG / anti-HBs.

 

 

8ª QUESTÃO
O exame de Papanicolaou compreende avaliação de esfregaços de amostras vaginais, com o objetivo de
verificar presença de lesões pré-cancerosas ou cancerosas, além de permitir a avaliação de alterações
benignas, processos inflamatórios e infecciosos.
RUBIN, Fabiane Horbach. Citopatologia e Uroanálise. Indaial – SC: Unicesumar, 2023.
Sobre o exame de Papanicolaou, assinale a alternativa correta.
ALTERNATIVAS
O Lactobacillus vaginalis é o agente etiológico de quadros de vaginose bacteriana.
A presença do vírus Herpes Simplex está relacionado ao desenvolvimento de câncer de colo de útero.
O Trichomonas vaginalis é um fungo responsável por causar quadros de vulvovaginites conhecidas como
candidíases.
A metaplasia escamosa é caracterizada pela substituição de epitélio estratificado escamoso por epitélio colunar
simples.
Na coleta tríplice são coletados materiais da parede lateral da vagina, endocérvie e ectocérvice, permitindo avaliar
além de alterações celulares referentes à presença de lesões pré-cancerosas ou cancerosas, presença de alterações
inflamatórias ou ainda presença de microrganismos responsáveis por processos infecciosos no trato genital feminino.

 

 

9ª QUESTÃO
Sobre a identificação de leveduras, analise o excerto a seguir:
“A rápida diferenciação presumida entre C. albicans e espécies C. não albicans, é geralmente realizada com
base na capacidade de C. albicans produzir tubo germinativo a 37 ºC em soro sanguíneo. O poder
patogênico de Candida spp. pode ter algumas características, tais como: são espécies potencialmente
patogênicas para o homem (capazes de crescer a 37 ºC); formação de estruturas filamentosas (hifas e
pseudo-hifas) com mais de 200 µm de comprimento, que representam um obstáculo à fagocitose, que é o
principal meio de defesa do organismo contra esse tipo de infecção; produzem alguns metabólitos que
podem desencadear manifestações alérgicas.”
Fonte: SOARES, D. M. et al. CANDIDÍASE VULVOVAGINAL: UMA REVISÃO DE LITERATURA COM ABORDAGEM
PARA Candida albicans. Brazilian Journal of Surgery & Clinical Research, v. 25, n. 1, 2018. Disponível em:
https://www.mastereditora.com.br/periodico/20181204_202650.pdf. Acesso em: 6 jul. 2023.
Sobre a identificação de leveduras, em específico a C. albicans, analise as afirmativas a seguir:
I. No método do tubo germinativo, muito utilizado na identificação da levedura, se mistura a colônia
suspeita com algum tipo de soro.
II. Na identificação da levedura, através do método do tubo germinativo, é possível verificar que não ocorre
estreitamento entre o tubo com a célula-mãe.
III. No método do tubo germinativo, para a identificação da levedura, após a incubação a 37ºC, é possível
analisar um pequeno filamento brotando do blastoconídio.
IV. No método do tubo germinativo, para a identificação da levedura, é utilizada uma lâmina de vidro em
um singelo cubo de Ágar Sabouraud, onde o fungo é detectado.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II e IV, apenas.
III e IV, apenas.
I, II e III, apenas.
I, II, III e IV.

 

 

10ª QUESTÃO
O diagnóstico de doenças parasitárias é comumente realizado pela pesquisa direta do parasito, de seus
antígenos ou material genético, em amostras de fezes, sangue, tecidos e secreções. Contudo, métodos
indiretos como a pesquisa de anticorpos, também podem ser de grande valor para a conclusão de um
diagnóstico, especialmente quando a carga parasitária é baixa.
NEVES, David Pereira. Parasitologia Humana. Editora Atheneu, 13ª ed., 2016.
Considerando as características das doenças parasitárias e do seu diagnóstico, analise as afirmações:
I. Testes sorológicos para pesquisa de Giardia duodenalis são interessantes para distinção das fases aguda e
crônica da giardíase.
II. A pesquisa de antígenos de Giardia duodenalis pode ser realizada nas fezes, por meio de ELISA
III. Técnicas que pesquisam antígenos de Plasmodium spp. são mais sensíveis no início da infecção, sendo
que a resposta imune específica produtora de anticorpos forma-se mais tardiamente.
IV. Devido à fisiopatologia da neurocisticercose e a localização do parasito no sistema nervoso central, os
métodos de ELISA e IFI empregados em amostras de líquor para pesquisa de anticorpos podem auxiliar o
diagnóstico da doença.
V. O teste de ELISA sanduíche pode ser empregado na pesquisa de antígenos circulantes de microfilárias de
Wuchereria bancrofti no soro do paciente.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
I e II, apenas.
III e IV, apenas.
II, IV e V, apenas.
II, III, IV e V, apenas

Olá, somos a Cavalini Assessoria Acadêmica.

Fazemos esse trabalho por um preço justo, sem cópia.

Nossa equipe multidisciplinar é altamente capacitada para oferecer assessoria na elaboração das mais variadas atividades, garantindo autenticidade e originalidade em todos os trabalhos.

Entre em contato conosco para solicitar o seu.

Aponte o celular para abrir o WhatsApp