ATIVIDADE 2 – FAR – PARASITOLOGIA CLÍNICA – 52-2024

1ª QUESTÃO
A giardíase é uma doença entérica transmitida através da água e de alimentos contaminados associada com
surtos em creches e doenças em viajantes internacionais.
ALKMIM, A.C.MA. et al. Giardíase: Epidemiologia, manifestações clínicas e diagnóstico. Brazilian Journal of
Surgery & Clinical Research, v. 36, n. 1, 2021.
Sobre as formas evolutivas da Giardia, avalie as afirmações a seguir.
I. O trofozoíto é encontrado no intestino delgado, sendo a forma responsável pelas manifestações clínicas
da infecção.
II. O cisto é a forma responsável pela transmissão do parasito.
III. Cisto apresenta simetria bilateral, dois a quatro pares de flagelos.
IV. Os trofozoítos multiplicam-se por divisão binaria longitudinal e, assim, colonizam o intestino, onde
permanecem aderidos à mucosa por meio disco adesivo.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I, II e III, apenas.
I, II e IV, apenas.

 

 

2ª QUESTÃO
P.S, 45 anos, sexo masculino, procurou hospital, queixando-se de indisposição, dor abdominal, dispneia,
edema de face e membros inferiores. Relata viagem recente (26 dias) para Belém do Pará e consumo in
natura de polpa de açaí. Foi solicitado alguns exames laboratoriais, entre eles o esfregaço em camada
delgado corado pelo Giemsa, sendo identificado a forma parasitária abaixo (Figura 1).
Elaborado pelo professor, 2024.
Figura 1. Esfregaço em camada delgado corado pelo Giemsa do paciente P.S. Adaptado do site
https://www.cdc.gov/
Baseado nas características morfológicas da forma parasitária da figura 1, qual a forma parasitária e
a espécie apresentada no caso clínico?
ALTERNATIVAS
Forma amastigotas de Trypanosoma cruzi, uma forma arredondada ou oval, com flagelo interno e curto.
Forma promastigota de Leishmania sp. se caracteriza por ser alongada, apresentando em sua região anterior um
flagelo livre e o cinetoplasto está localizado na região anterior, na base do flagelo.
Forma tripomastigota sanguíneo de Trypanosoma cruzi, é alongada, com o cinetoplasto posterior, próximo à
extremidade da célula, de onde sai o flagelo que se desloca até a região anterior, formando uma extensa membrana
ondulante.
Forma epimastigotas de Trypanosoma cruzi, são formas alongadas com o cinetoplasto anterior mais próximo ao
núcleo, com um flagelo saindo lateralmente nesta posição se dirigindo para a região anterior formando uma pequena
membrana ondulante.
Forma amastigota de Leishmania sp., se caracteriza por apresentar uma forma ovoide ou esférica, sem flagelo
(contém apenas um resquício de flagelo dentro da bolsa flagelar), com um único núcleo esférico, localizado em um
dos lados da célula, e um cinetoplasto anterior.

 

 

3ª QUESTÃO
As leishmanioses são antropozoonoses consideradas um importante problema de saúde pública e
representam um complexo de doenças com manifestações clinicas e diversidade epidemiológica. A
Organização Mundial da Saúde estima que 1 bilhão de pessoas estejam expostas ao risco, com registro
aproximado de um milhão de novos casos das diferentes formas clínicas ao ano.
Disponível em: https://www.who.int/health-topics/leishmaniasis#tab=tab_1>. Acesso em: 07 abr. 2024.
Sobre as características morfológicas da forma amastigota de Leishmania sp, avalie as afirmações a seguir.
I. São formas alongadas em cuja região anterior emerge um flagelo livre.
II. São ovais ou arredondadas com o cinetoplasto margeando o núcleo, ou posterior a este e um pequeno
flagelo livre.
III. São ovoides ou esféricas, sem flagelo, o citoplasma que se cora de azul-pálido pelos corantes derivados
de Romanovsky (Giemsa ou Leishman).
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
I e III, apenas.

 

 

4ª QUESTÃO
As alterações climáticas, aliadas ao desmatamento, as atividades extrativistas e estímulo do ecoturismo tem
contribuído para aumento das taxas por doenças transmitidas por vetores.
Elaborado pelo professor, 2024.
Sobre as doenças transmitidas por vetores, avalie as afirmações a seguir.
I.O Macho do gênero Anopheles, inocula esporozoítos nas camadas da derme do hospedeiro.
II. A fêmea flebotomíneo, durante hematofagismo injeta promastigotas metacíclicas na derme hospedeiro
mamífero.
III. Os triatomíneos, são insetos hematófagos, durante repasto sanguíneo elimina com suas fezes as formas
tripomastigota metacíclicas.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
II e III, apenas.

 

 

5ª QUESTÃO
(…) Segundo Neves (2016), a ação do parasito sobre o hospedeiro tem grande importância na parasitologia,
pois é por intermédio dela que poderá ocorrer doença no hospedeiro (…).
NEVES, D. P. Parasitologia humana. 13. Ed. São Paulo–SP: editora Atheneu, 2016. p.11
Sobre as ações dos parasitos sobre o hospedeiro, assinale a opção correta:
ALTERNATIVAS
Ação espoliativa: o parasita retira nutrientes do hospedeiro.
Ação traumática: o parasito causa lesões simplesmente pela sua presença em um órgão.
Ação mecânica: o parasita produz e libera metabolitos que são tóxicos para o hospedeiro.
Ação tóxica: ocorre quando o parasito se locomove ou fixa, causando lesões no hospedeiro.
Ação irritativa: pode ser entendido como o dano tecidual ocasionado pela liberação de enzimas pelo parasito.

 

 

6ª QUESTÃO
“A giardíase, infecção intestinal causada por um protozoário flagelado denominado Giardia lamblia (sin.
Giardia duodenalis ou Giardia intestinalis), é uma das principais parasitoses encontradas em todos os países
(subdesenvolvidos e desenvolvidos), principalmente naqueles de clima tropical e subtropical. O parasito
pode habitar o intestino delgado de mamíferos (como cães, gatos e bovinos), aves, répteis e anfíbios, sendo
provavelmente o primeiro protozoário a habitar o intestino humano”.
Fonte: SIQUEIRA-BATISTA, Rodrigo; GOMES, Andréia Patrícia; SANTOS; Sávio Silva; SANTANA; Luiz Alberto.
Parasitologia: Fundamentos e Prática Clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2020.
As giárdias tem como característica associada a sua patogenia, ficarem fixadas na parede intestinal. Com
base neste assunto, assinale a alternativa referente a estrutura presente na Giardia duodenalis que possibilita
sua fixação na parede intestinal.
ALTERNATIVAS
Rostelo.
Disco ventral.
Flagelo lateral.
Flagelo posterior.
Fibrilas longitudinais.

 

 

7ª QUESTÃO
As geo-helmintíases constituem um grupo de doenças parasitarias intestinais que acometem as pessoas e são causados por helmintos. Na
maioria das vezes, os portadores dos geo-helmintos são assintomáticos. Entretanto, altas cargas parasitarias e ocorrência de poliparasitismo
podem desencadear algumas manifestações clínicas severas.
Disponível em: < https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/g/geohelmintiase#:~:text=As%20geo%2Dhelmint%C3%ADases%20constituem%20um,Ancylostoma%20duodenale%20e%20Necator%20americanus>.
Acesso em: 07 abr. 2024.
Com base no tema do texto acima, assinale a opção correta:
ALTERNATIVAS
Enterobiose: Enterobius vermicularis, o habitat do verme adulto é o intestino delgado, principalmente jejuno e íleo.
Tricuríase: Thricuris trichiura, tem como habitat ceco e cólon ascendente, em infecções maciças por Trichuris, ocorre prolapso retal.
Estrongiloidíase: Strongyloides stercoralis, forma de transmissão é ingestão de água ou alimentos contaminados por ovos do parasito.
Ancilostomídeos: Ancylostoma duodenale ou Necator americanus, complicações dessa doença é a obstrução intestinal, requerendo intervenção cirúrgica
em casos graves.
Ascaridíase: Ascaris lumbricoides, lesões cutâneas devido à penetração ativa das larvas e no caso de reinfecções pode haver o desenvolvimento de
processos de hipersensibilidade.

 

 

8ª QUESTÃO
Ascaridíase é a parasitose de maior incidência e prevalência mundial, geralmente assintomática, mas
dependendo da infestação parasitária pode apresentar sintomas moderadas a graves, principalmente em
crianças.
FRANCO, L. C. F. et al. Ascaridíase, saúde preventiva para crianças e adolescentes: um relato de
experiência. REVISTA DE EXTENSÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE CIÊNCIAS MÉDICAS, v. 1, n. 1, p. 9-15,
2022. Disponível em: https://www.revista.fcmmg.br/index.php/REES/article/view/325>. Acesso em: 07 abr.
2024.
Sobre ascaridíase, avalie as afirmações a seguir.
I. O habitat dos vermes adultos é o intestino grosso.
II. Agente etiológico é Ascaris lumbricoide, e o verme adulto apresenta dimorfismo sexual.
III. Os ovos, são ovais, membrana externa mamilonada, no interior apresentam massa germinativa (L3).
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
II e III, apenas.

 

 

9ª QUESTÃO
Paciente, J.C, 3 anos, sexo masculino, pré-escolar, mãe relata quadro de febre, vômitos e diarreia aquosa
(sem sangue/ muco), com desidratação moderada. Foi solicitado exame parasitológico de fezes (EPF) e após
análise da amostra foi observado uma forma parasitária (Figura 1).
Elaborado pelo professor, 2024.
Figura1. Forma parasitaria observada no EPF do paciente J.C. Fonte: Adaptado
de https://www.cdc.gov/index.htm
Baseado nas características morfológicas da forma parasitária da figura 1, qual a forma parasitária e
a espécie apresentada no caso clínico, respectivamente?
ALTERNATIVAS
Cisto de Giardia duodenalis.
Trofozoíto de Entamoeba coli.
Cisto de Entamoeba histolytica.
Trofozoíto de Giardia duodenalis.
Trofozoíto de Entamoeba histolytica.

 

 

10ª QUESTÃO
Giardia duodenalis é um dos protozoários intestinais que contribui para doenças gastrointestinais crônicas,
diarreicas e pós-infecciosas em todo o mundo. A transmissão deste parasito ocorre pela ingestão de cistos
por via fecal-oral direta e por consumo de água, ou alimentos contaminados pelas fezes de humanos, ou de
animais infectados.
LIMA, E. C. S. et al. Prevalência de Giardia duodenalis em usuários de um Hospital Universitário do Rio
Grande do Norte. SaBios-Revista de Saúde e Biologia,
S. l.
, v. 15, n. 3, p. 20–28, 2020. Disponível em:
https://periodicos.grupointegrado.br/revista/index.php/sabios/article/view/3022. Acesso em: 7 abr. 2024.
Sobre o tratamento da giardíase, avalie as afirmações a seguir.
I. Secnidazol: 2g via oral em dose única para adultos, e 30 mg/kg ou 1 mL/kg para crianças, em dose única,
após refeição.
II. Metronidazol: 15 a 20 mg/kg durante 7 a 10 dias consecutivos, para crianças, via oral. A dose para adultos
é de 250 mg, duas vezes ao dia.
III. Albendazol: 400 mg (10 mL da suspensão a 4%), 1 dose por dia, durante 5 dias, para crianças acima de 2
anos.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I, apenas.
II, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
I, II e III

Olá, somos a Cavalini Assessoria Acadêmica.

Fazemos esse trabalho por um preço justo, sem cópia.

Nossa equipe multidisciplinar é altamente capacitada para oferecer assessoria na elaboração das mais variadas atividades, garantindo autenticidade e originalidade em todos os trabalhos.

Entre em contato conosco para solicitar o seu.

Aponte o celular para abrir o WhatsApp