MAPA – NUT – DIETOTERAPIA – 51/2023

Com base nos conhecimentos adquiridos na disciplina de Dietoterapia, você consegue identificar como foi a
evolução da consistência da dieta com base no quadro clínico da paciente logo após a suspensão da terapia
nutricional enteral? Conforme os dados antropométricos e de exame físico, é possível determinar o
diagnóstico nutricional da paciente? A prescrição da dieta é um ato privativo do nutricionista, reforçando a
necessidade do profissional no ambiente hospitalar em quantidade suficiente para avaliação e
acompanhamento dos pacientes (perguntas reflexivas).
Sabe-se que a desnutrição está presente em 30 a 50% dos pacientes internados e que esse quadro não
mudou nos últimos 20 anos, e a baixa ingestão da dieta oral e inadequação da dieta contribuem para esse
estado nutricional. Uma ingestão em torno de 50% da dieta oral está associada à desnutrição e é fator de
risco independente do tempo de internação.
Fonte: VALADÃO, T. A. et al. “Diga Não à Desnutrição”: diagnóstico e conduta nutricional de pacientes
internados. BRASPEN J, v. 36, n. 2, p. 145–150, 2021.
Contudo, mesmo diante desses dados, a dieta via oral ainda é muito negligenciada no ambiente hospitalar.
É fundamental que o paciente tenha acesso à avaliação nutricional, contemplada por uma avaliação do
consumo alimentar e a realização de adaptações na conduta profissional segundo o percentual ingerido
para adequação da prescrição dietética conforme a necessidade nutricional do paciente.
Com todas as informações expostas, agora, é o momento de agir! Pensando que você é o(a) nutricionista do
hospital mencionado, imagine que a paciente precisa ser avaliada de forma correta para posterior conduta
com prescrição dietética adequada.
Para realizar esta atividade, você deverá realizar a leitura das Unidades 1 e 2 do livro da disciplina e verificar
os MATERIAIS EXTRAS – SEMANA 02 na Sala do Café.
Com esse objetivo, você deverá analisar, pesquisar e responder cada item apresentado a seguir, para fazer o
diagnóstico nutricional e a prescrição dietética adequada à paciente. Utilize os conhecimentos adquiridos
por meio da leitura do livro da disciplina de Dietoterapia e da reprodução das aulas conceituais e ao vivo.
Apresente as respostas de forma sequencial nos locais indicados em seu formulário padrão da
atividade MAPA.

1. Explique como deve ser o manejo terapêutico da disfagia orofaríngea e quais são as manifestações
clínicas frequentemente associadas.

2. Apresente o diagnóstico nutricional da paciente (considere antropometria, exame físico e avaliação
dietética).

3. Aponte quais são os principais objetivos no tratamento dietoterápico da disfagia.

4. Cite qual é a prática dietética que está relacionada com a ocorrência da broncoaspiração nessa paciente
com diagnóstico de disfagia.

5. Descreva quais são as características das consistências dos líquidos com o uso de espessantes
recomendados para pacientes com disfagia.

6. Indique qual é a dieta via oral recomendada para a paciente conforme o seu nível de disfagia.
Aponte quais são os alimentos recomendados e elabore um exemplo de almoço com descrição dos
alimentos/preparações. Não há necessidade de estabelecer quantidades (considere consistência e
especificidade de acordo com quadro clínico e diagnóstico nutricional).

7. Descreva seis orientações para dieta via oral indicada para a alta hospitalar do paciente com disfagia

Olá, somos a Cavalini Assessoria Acadêmica.

Fazemos esse trabalho por um preço justo, sem cópia.

Nossa equipe multidisciplinar é altamente capacitada para oferecer assessoria na elaboração das mais variadas atividades, garantindo autenticidade e originalidade em todos os trabalhos.

Entre em contato conosco para solicitar o seu.

Aponte o celular para abrir o WhatsApp