ATIVIDADE 02 – NUT – NUTRIÇÃO CICLOS DE VIDA – 51-2024

1ª QUESTÃO
O conceito de alimentação funcional está relacionado à presença de compostos bioativos nos alimentos,
que oferecem benefícios à saúde além de suas funções nutricionais básicas.
Elaborado pelo professor, 2024.
Avalie as afirmações abaixo e assinale a alternativa que melhor define alimentação funcional, com foco nos
compostos bioativos:
ALTERNATIVAS
Um padrão alimentar que exclui completamente determinados grupos de alimentos.
A prática de ingerir apenas líquidos a base de frutas e vegetais, como sucos detox, para desintoxicar o organismo.
A ingestão de alimentos processados e suplementos alimentares para atender às necessidades diárias de energia.
Uma dieta que se concentra exclusivamente no consumo de alimentos vegetais, excluindo fontes alimentares de
origem animal.
Uma abordagem que destaca o consumo de alimentos ricos em compostos bioativos, como antioxidantes e fibras,
para promover benefícios à saúde.

 

 

2ª QUESTÃO
Recentes pesquisas destacam a importância dessa interação entre o intestino e o Sistema Nervoso Central,
revelando a influência bidirecional conhecida como o “eixo intestino-cérebro”. Alterações na microbiota
intestinal podem impactar a função cerebral, enquanto fatores psicológicos e estresse emocional podem
afetar a saúde intestinal. Essa relação complexa ressalta a importância não apenas da nutrição para a saúde
do intestino, mas também da saúde mental e emocional para o bem-estar geral do organismo.
Elaborada pelo professor, 2024.
Assinale abaixo a alternativa que descreve de forma correta o termo “disbiose”:
ALTERNATIVAS
Um processo natural de envelhecimento da microbiota.
Um estado de equilíbrio saudável na microbiota intestinal.
A ausência completa de microrganismos no sistema digestivo.
Um aumento na diversidade de microrganismos no trato gastrointestinal.
Uma condição em que há um desequilíbrio na composição e função da microbiota intestinal.

 

 

3ª QUESTÃO
O Brasil, assim como outros países em desenvolvimento, convive atualmente com a transição nutricional,
determinada frequentemente pela má-alimentação. Os inquéritos populacionais mostraram a tendência
contínua de redução da desnutrição no país, associada ao aumento do excesso de peso em diferentes fases
da vida. O monitoramento do perfil nutricional permite a geração de uma atitude de vigilância e o
direcionamento das ações de promoção de saúde. A Estratégia Saúde da Família, em conjunto com diversos
aspectos conjunturais do país, mostrou resultados concretos para a redução da desnutrição; contudo, a máalimentação contribuiu de forma expressiva para o aumento da prevalência de obesidade e de outras
doenças crônicas não transmissíveis, que, além de ter grande impacto na qualidade de vida do indivíduo,
oneram significativamente o Sistema Único de Saúde. Para atuar nesse dilema da saúde pública
contemporânea, é necessário priorizar uma agenda única de nutrição, no enfoque do curso da vida,
quebrando um ciclo vicioso que se inicia ainda no período intra-uterino e se perpetua ao longo da vida.
Sobre o tema do processo de transição epidemiológica ocorrido nas últimas décadas no Brasil, assinale a
alternativa que apresenta a principal causa de óbitos no país:
ALTERNATIVAS
Neoplasia
Violência
Doença Infecciosa
Doenças respiratórias
Doenças cardiovasculares

 

 

4ª QUESTÃO
O ganho de peso adequado na gestação, segundo o Ministério da Saúde, deve ser suficiente para promover
o desenvolvimento fetal completo e também para armazenar nutrientes adequados no organismo materno
para o aleitamento. Nenhuma mulher deve perder peso durante a gravidez, independente do seu Índice de
Massa Corporal (IMC) antes de engravidar. O Institute of Medicine (IOM) recomenda as faixas de ganho de
peso ideal durante a gestação. Diante do exposto, assinale a alternativa que contempla a faixa de ganho de
peso total recomendada pelo IOM, para uma mulher gestante com IMC (Índice de Massa Corporal) prégestacional adequado:
ALTERNATIVAS
12,5 a 18kg
11,5 a 16kg
7,0 a 11,5kg
9,0 a 18,5kg
Apenas 7kg

 

 

5ª QUESTÃO
O intestino desempenha um papel crucial na manutenção da saúde global do organismo, influenciando não
apenas a digestão e a absorção de nutrientes, mas também interagindo ativamente com outros sistemas,
como o Sistema Nervoso Central (SNC). O equilíbrio da microbiota intestinal é essencial para o
funcionamento adequado do intestino, e estratégias direcionadas aos cuidados com esse órgão podem ter
impactos significativos na saúde geral.
Elaborado pelo professor, 2024.
Considerando um cenário em que uma pessoa busca melhorar a saúde intestinal e ouve falar sobre a
importância do uso de pré, pro e simbióticos para sua saúde intestinal avalie as afirmações a seguir.
I. “Os probióticos são microorganismos vivos que contribuem positivamente para a saúde do intestino, mas
seu consumo isolado pode não ser suficiente para estimular seu crescimento a longo prazo.”
II. “Prébióticos são substâncias não digeríveis que proporcionam um ambiente favorável para o crescimento
de bactérias benéficas no intestino, auxiliando na manutenção da saúde intestinal.”
III. “A combinação de prébióticos e probióticos em simbióticos pode potencializar os benefícios para a
saúde intestinal, promovendo uma microbiota equilibrada.”
IV. “Probióticos são microrganismos que ajudam na digestão de fibras, melhorando a absorção de
nutrientes e prevenindo problemas gastrointestinais.”
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
I e II, apenas.
I e III, apenas.
II e III, apenas.
I, II e III, apenas.
I, II, III e IV.

 

 

6ª QUESTÃO
As prevalências de aleitamento materno no Brasil, em especial as de amamentação exclusiva, estão bastante
aquém das recomendadas, apesar de as evidências científicas sinalizarem as vantagens da amamentação
sobre outras formas de se alimentar a criança. BRASIL.
Ministério da Saúde. Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar. Brasília, 2015
(adaptado).
Considerando as baixas taxas de aleitamento materno e as orientações de promoção à amamentação nas
Unidades Básicas de Saúde (UBS), avalie as afirmações a seguir.
I. O leite materno atua como fator protetor contra diarréias e doenças respiratórias na criança, além de
prevenir o sobrepeso e a obesidade na infância.
II. O colostro, produzido em pequena quantidade, é o leite ideal para as crianças nos primeiros dias de vida,
por seu alto teor de gordura, principalmente para aquelas que nascem com baixo peso.
III. A amamentação promove o desenvolvimento motor-oral adequado e favorece as funções de mastigação,
deglutição, respiração e articulação dos sons e da fala da criança.
IV. As fórmulas de alimentação infantil, por serem tão nutritivas quanto o leite materno, devem ser
introduzidas imediatamente na dieta da criança, quando a mãe retorna à jornada de trabalho.
ASSINALE a alternativa que contempla afirmativas corretas:
ALTERNATIVAS
I e II
I e III
II e IV
I, III e IV
II, III e IV

 

 

7ª QUESTÃO
As Pesquisas de Orçamentos Familiares – POFs realizadas pelo IBGE visam disponibilizar informações sobre a
composição dos orçamentos domésticos e as condições de vida da população brasileira, incluindo a
percepção subjetiva da qualidade de vida, além de gerar bases de dados e estudos sobre o seu perfil
nutricional e padrão alimentar. Diante disso, ANALISE e ASSINALE a alternativa que apresenta um dado
importante identificado pela POF realizada em 2008-2009, em relação ao padrão alimentar da
população brasileira, que está assocido à transição nutricional e epidemiológica pela qual o país vem
passando nos últimos anos.
ALTERNATIVAS
O excesso de peso está aumentando cada vez mais na população, enquanto a desnutrição está diminuindo.
A ingestão de açúcar simples tem reduzido, representando 14,1% do valor calórico total da dieta, estando em
consonância com recomendação da Organização Mundial da Saúde.
Arroz e feijão estão sendo cada vez mais consumidos pela população, assim como a farinha de trigo e mandioca.
A população tem optado por preparar suas refeições em casa, ao invés de se alimentar fora do domicílio e adquirir
alimentos prontos para consumo.
Dados evidenciam que a população brasileira tem aumentado a preferência por alimentos ultraprocessados.

 

 

8ª QUESTÃO
Com o aumento da expectativa de vida da população, aumentam também os desafios para tornar essa fase
mais saudável e com maior qualidade de vida, pois o envelhecimento frequentemente traz consigo desafios
nutricionais que afetam a saúde e o bem-estar dessa população.
Elaborada pelo professor, 2024.
Avalie as afirmações a seguir.
I. A perda do paladar, comum no envelhecimento, pode levar à redução do apetite e impactar a qualidade
da dieta.
II. A disfagia, dificuldade de deglutição, pode interferir na ingestão adequada de alimentos, aumentando o
risco de desnutrição em idosos.
III. A redução na dentição pode comprometer a mastigação eficaz e a digestão, influenciando
negativamente a absorção de nutrientes essenciais.
IV. Estratégias nutricionais, como a adaptação da consistência dos alimentos e o uso de suplementos
nutricionais, podem ser adotadas para contornar os desafios associados à perda de paladar, disfagia e
redução na dentição.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
IV, apenas.
I, II e III, apenas.
I, II e IV, apenas.
II, III e IV, apenas.
I, II, III e IV.

 

 

9ª QUESTÃO
Nas últimas décadas, o Brasil passou por diversas mudanças políticas, econômicas, sociais e culturais que
evidenciaram transformações no modo de vida da população. A ampliação de políticas sociais na área de
saúde, educação, trabalho, emprego e assistência social contribuiu para a redução das desigualdades sociais
e permitiu que o País crescesse de forma inclusiva. Também se observou rápida transição demográfica,
epidemiológica e nutricional, apresentando como consequência maior expectativa de vida e redução do
número de filhos por mulher, além de mudanças importantes no padrão de saúde e consumo alimentar da
população brasileira. O Guia Alimentar para a população brasileira mostra que alimentos in natura ou
minimamente processados, em grande variedade e predominantemente de origem vegetal, são a base para
uma alimentação nutricionalmente balanceada, saborosa, culturalmente apropriada e promotora de um
sistema alimentar social e ambientalmente sustentável. Diante desse tema, analise as alternativas abaixo e
ASSINALE a que apresenta alimentos minimamente processados:
ALTERNATIVAS
Milho espiga, arroz branco e salgadinho de pacote
Abacaxi in natura sem casca, feijão (grau) e arroz (grão).
Milho em espiga, linguiça de frango e açúcar
Farinha de trigo, achocolatado em pó e carne de porco congelada
Atum, salsicha e arroz integral

 

 

10ª QUESTÃO
A adolescência compreende a fase de transição entre a infância e a vida adulta. Período em que ocorrem
diversas mudanças físicas, emocionais e sociais que influenciam diretamente as necessidades nutricionais e a
saúde geral desses indivíduos. Durante esse período, além do rápido crescimento físico, ocorre a maturação
sexual com intensas alterações hormonais, que aumenta a necessidade de energia e nutrientes. É
importante considerar a individualidade nesse período, uma vez que as necessidades nutricionais podem
variar significativamente entre os adolescentes, dependendo de fatores como sexo, nível de atividade física,
estágio de desenvolvimento pubertário e genética. A avaliação nutricional torna-se uma ferramenta
fundamental para monitorar o estado de saúde dos adolescentes, para garantir que suas necessidades
nutricionais.
Elaborado pelo professor, 2024.
Sobre a avaliação nutricional adolescentes, analise as afirmações a seguir:
I. O índice de massa corporal (IMC) é uma ferramenta comum utilizada na avaliação nutricional de
adolescentes, fornecendo uma medida simples da relação entre peso e altura, que permite acompanhar de
forma segura o desenvolvimento do adolescente, sem necessidade de aplicação de outros métodos.
II. Durante a adolescência, as necessidades nutricionais são relativamente estáveis, não havendo grandes
variações na demanda de nutrientes em relação à infância. A pequena variação se dá pelos níveis de
atividade física desenvolvida pelo adolescente.
III. A avaliação da composição corporal, que analisa a proporção de massa magra e massa gorda, é uma
abordagem mais abrangente para compreender a saúde nutricional dos adolescentes do que o simples
cálculo do IMC.
IV. A presença de hábitos alimentares não saudáveis na adolescência, como dietas restritivas extremas, pode
influenciar negativamente o desenvolvimento físico e a saúde nutricional.
V. Além dos dados antropométricos, a avaliação bioquímica e comportamento alimentar, são métodos
indispensáveis para melhor avaliação das condições nutricionais do adolescente e da presença de fatores de
risco para o desenvolvimento de doenças crônicas.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
III e IV, apenas.
I, II e III apenas.
I, III e IV, apenas.
III, IV e V, apenas.
I, II, III, IV e V

Olá, somos a Cavalini Assessoria Acadêmica.

Fazemos esse trabalho por um preço justo, sem cópia.

Nossa equipe multidisciplinar é altamente capacitada para oferecer assessoria na elaboração das mais variadas atividades, garantindo autenticidade e originalidade em todos os trabalhos.

Entre em contato conosco para solicitar o seu.

Aponte o celular para abrir o WhatsApp