PROJETO DE EXTENSÃO I – MEDICINA VETERINÁRIA

PROJETO DE EXTENSÃO I – MEDICINA VETERINÁRIA
PROGRAMA DE EXTENSÃO:
PROGRAMA DE AÇÃO E DIFUSÃO CULTURAL.
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO:
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do curso
de Medicina Veterinária, está relacionado ao fomento à cultura locorregional,
promovendo a difusão, a transparência e a democratização das ações culturais, por
meio de projetos que possibilitem a transferência para a sociedade de conhecimentos
multidisciplinares desenvolvidos no curso e a possibilidade de potencializar a geração
de conhecimentos aplicados, permitindo ao egresso um maior envolvimento com às
ações culturais no âmbito da ciência, arte, tecnologia e humanidades, articulados com
os anseios da comunidade. Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar
as ações são: Morfofisiologia; Genética; Bioquímica; Microbiologia; Parasitologia.
Os locais que poderão contemplar esse projeto são: Parcerias com a Prefeitura;
Associações de Bairros; UBS; Hospitais; Hospitais Veterinários; Centros de Zoonoses;
Clínicas Veterinária; Clínicas de Saúde Públicas e Privadas; Centros de Saúde; Casas de
Repouso; Instituições de Longa Permanência para Idosos; Creches; Templos
Religiosos; Escolas; ONGs.
COMPETÊNCIAS:
I – Planejar, executar, gerenciar e avaliar programas, projetos, processos e ações nas
diferentes áreas da Medicina Veterinária;
II – Executar avaliação clínica, interpretar sinais clínicos, exames complementares e
alterações morfofuncionais;
III – Desenvolver, no âmbito da Saúde Única, ações de prevenção, promoção, proteção
e recuperação.
PERFIL DE EGRESSO:
O perfil do egresso do curso de Medicina Veterinária idealizado pela IES proporciona
a formação de um profissional, humanista, crítico, reflexivo, ético e generalista. A
atuação no Programa de Ação e Difusão Cultural, demonstra as habilidades para atuar
na realização de perícias, assistência técnica e auditorias, bem como elaborar e
interpretar laudos periciais e técnicos em todos os campos de conhecimento da
Medicina Veterinária; conhecer métodos de busca da informação, técnicas de
investigação e elaboração de trabalhos técnicos, acadêmicos, científicos e de
divulgação de resultados; assimilar e aplicar as mudanças conceituais, legais e
tecnológicas ocorridas nos contextos nacional e internacional, considerando aspectos
2
Público
da inovação; avaliar e responder com senso crítico as informações que são oferecidas
durante seu processo de formação e no exercício profissional; respeitar os princípios
éticos inerentes ao exercício profissional.
SOFT SKILLS (COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS):
Criatividade e inovação
Flexibilidade e adaptação
Inteligência Emocional
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
O objetivo de aprendizagem do programa de extensão em Difusão Cultural, está
relacionado a disseminação e articulação de conhecimentos adquiridos no curso para
promover as ações de difusão cultural no âmbito da ciência, arte, tecnologia e
humanidades.
CONTEÚDOS:
I – Morfofisiologia;
II – Genética, Bioquímica;
III – Microbiologia, Parasitologia.
INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS:
HONORATO, Angelina.Anatomia veterinária I. Porto Alegre: Grupo A, 2019.
MOYSES, Christopher D. Princípios de Fisiologia animal. Poto Algre: Grupo A, 2010.
VOET, Donald; VOET, Judith G. Bioquímica. 4. Ed. Porto Alegre: Grupo A, 2013.
GUIMARÃES, Otto Priscila . Genética básica para veterinária. 5.ed. São Paulo: Roca,
2018.
MONTEIRO, Silvia Gonzalez. Parasitologia na medicina veterinária. 2.ed, Rio de
Janeiro:Roca, 2017.
MC VEY, Scott; KENNEDY, Melissa; CHENGAPPA, M.M. Microbiologia veterinária. 3.ed.
Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, 2017.
TEMPLATE PDCA:
Aluno e Aluna, essa atividade é para sua organização e uso da metodologia PDCA. Por isso é
um documento orientativo e não precisa ser entregue. Veja as orientações apresentadas no
MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS.
1. PLANEJAMENTO (PLAN)
Antes de definir sua proposta, explore os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da
Organização das Nações Unidas (ONU) no link https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Se preferir, pode
baixar o documento pelo link https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-ptbr.pdf.
Compreenda a proposta da ONU e engaje-se nessa oportunidade de contribuir com as
metas de um organismo internacional tão importante ao mesmo tempo em que participa de
soluções de seu contexto!
3
Público
Analise os 17 objetivos e escolha quais metas podem ser aderentes à sua proposta e ao seu
projeto. Para isso, clique no ícone de cada objetivo e observe a listagem de metas disponível
em cada um. É necessário que você escolha pelo menos uma meta. Pode ser que você
encontre metas aderentes à sua proposta em diferentes objetivos, mas não se restrinja.
Pode escolher dessa forma e mantenha o foco da essência de sua proposta.
Feito isso, liste aqui suas escolhas. Essa informação também deverá ser declarada em seu
Relatório Final de Atividades Extensionistas.
LISTAR METAS DOS ODS ADERENTES AO SEU PROJETO
DEFINA A PROPOSTA.
IMERSÃO:
DEFINA OS ITENS DA IMERSÃO
Segue sugestão de perguntas para utilizar na entrevista com o parceiro.
SUGESTÃO DE SCRIPT DE ENTREVISTA
1. Quais os principais problemas, fragilidades ou dificuldades que a instituição/parceiro convive com
maior frequência?
1.1. Os problemas estão articulados com o programa/conteúdo proposto no componente
curricular?
Se não estiver, será necessário voltar à pergunta 1.
1.2. É possível resolver ou mitigar os problemas identificados no prazo de duração de projeto de
extensão.
Se não for possível deve voltar à pergunta 1.
1.3. A solução ou mitigação auxiliará a comunidade ou um grupo de pessoas da comunidade?
Se não auxiliar deve voltar à pergunta 1.
2. Quais serão as pessoas envolvidas na ação para buscar resolver ou mitigar os problemas
identificados?
3. Onde será realizada a ação?
4. Há limitação de pessoas ou restrição para acesso ao local indicado?
5. Quais serão as pessoas beneficiadas diretamente?
6. Necessitará de insumos/recursos financeiros para a realização da ação?
7. Será necessário agendamento?
8. Qual o período, dia da semana, horário que será realizada a ação?
IDEAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA IDEAÇÃO.
4
Público
PROTOTIPAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA PROTOTIPAÇÃO.
IDEIAS E ANOTAÇÕES:
2. REALIZAÇÃO (DO)
CRONOGRAMA:
ATIVIDADES PER. 1 PER. 2 PER. 3 PER.4
3. VERIFICAÇÃO (CHECK)
Planejamento:
Imersão realizada?
() SIM
() NÃO
Ideação realizada?
() SIM
() NÃO
Prototipação realizada?
() SIM
() NÃO
Planejamento está ok?
() SIM
() NÃO
Realização:
Cronograma realizado?
() SIM
() NÃO
Cronograma atende a realização do projeto?
() SIM
() NÃO
5
Público
Verificação:
Cronograma atende a realização do projeto?
() SIM
() NÃO
Projeto atende a proposta da instituição escolhida?
() SIM
() NÃO
Houve necessidade de mudança de estratégia?
() SIM
() NÃO
Em caso positivo, mencione as mudanças e novas estratégias?
4. AÇÃO (ACT)
AÇÃO PROPOSTA:
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
CAMPO OBRIGATÓRIO – Siga a normas ABNT, para isso consulte sua Biblioteca Virtual

Olá, somos a Cavalini Assessoria Acadêmica.

Fazemos esse trabalho por um preço justo, sem cópia.

Nossa equipe multidisciplinar é altamente capacitada para oferecer assessoria na elaboração das mais variadas atividades, garantindo autenticidade e originalidade em todos os trabalhos.

Entre em contato conosco para solicitar o seu.

Aponte o celular para abrir o WhatsApp